• Governo da Austrália divulga lista de prossionais em falta no país

    O Departamento de Imigração australiano divulgou uma lista com os profissionais em falta no país. Assim como no Canadá, o país oferece excelentes salários para diversos setores, porém é carente de mão de obra local.

  • As 10 melhores cidade do mundo para se viver

    Quais são as melhores cidades do mundo para se viver atualmente? Os estudos a respeito do tema são realizados com frequência por diversas instituições de todo o mundo, que levam em conta critérios variados.

  • Suíços criam canudo que filtra água contaminada

    Uma empresa suíça criou um canudo que elimina elementos nocivos à saúde encontrados na água contaminada, como bactérias e vírus.

  • Os 10 melhores países para ser imigrante

    A Suécia é o país que, de maneira geral, reúne as melhores condições para ser imigrante. Embora tenha uma boa nota total, o país é apenas o terceiro colocado quando analisadas as políticas contra discriminação aos estrangeiros.

Ex-bolsista do Programa Ciência Sem Fronteiras escreve carta aberta a Michel Temer


Conforme divulgado pela mídia e já confirmado por funcionários do Ministério da Educação, o Programa Ciência Sem Fronteiras criado em 2011 pelo governo de Dilma Rouseff chegou mesmo ao fim. Confira abaixo a carta aberta escrita por Paulo Zambarda, ex bolsista do programa.

Caro presidente Michel Temer,

O senhor cancelou no dia 26 de julho o programa Ciências Sem Fronteiras para estudantes de faculdades no Brasil. Eu sou formado no curso de Jogos Digitais da PUC-SP e fui intercambista por um ano no CSF, entre 2012 e 2013.

O fim do programa me força a escrever sobre a minha própria experiência para que o senhor e outras pessoas entendam.

Acabar com uma iniciativa dessas é negar a muitos brasileiros o direito a uma educação com experiência estrangeira, explicando resumidamente.

O governo se justifica por conta da crise econômica que enfrentamos e a falta de investimento na educação básica. Mas, antes de tratar o Ciências Sem Fronteiras como um luxo de universitários fora do Brasil, acho bom contar para onde fui e o que eu fui fazer lá.

Eu viajei com meu intercâmbio até a cidade de Oulu, ao norte da Finlândia, uma das regiões da Escandinávia, no norte da Europa. Para ter a aprovação, eu precisei passar num teste de fluência em inglês, que foi atestada pelo próprio governo com rigor há quatro anos.

Mas conseguir um papel aprovado não foi suficiente.

No local, as línguas faladas no país eram finlandês, inglês e sueco. Então mesmo falando uma delas, foi preciso adaptar a linguagem que usava para me comunicar com pessoas. O cidadão da Finlândia médio fala um inglês razoável, mas diferente do americano e do britânico. E eu tive que provar que todos os meus documentos estavam ok para autoridades policiais e funcionários públicos.

A cultura é tão diferente que eu me interessei e busquei aulas de finlandês. Lá eu descobri um idioma que provavelmente muitos brasileiros não sabem da existência.

Depois da barreira linguística, veio os obstáculos acadêmicos. O edital do programa exigia um número mínimo de créditos adquiridos estudando disciplinas que também estavam na faculdade escolhida.

Eu optei por fazer meu intercâmbio na Oulu Yliopisto, conhecida pelo nome de Universidade de Oulu. Para quem não conhece a instituição, ela é uma das entidades de ponta na pesquisa de novas tecnologias para a internet e é berço de desenvolvedoras de games. Na época, a Finlândia ainda vivia a explosão do Angry Birds e permitia que alunos conhecessem a inovação de grandes empresas como a Nokia, um patrimônio nacional.

Dentro da universidade naquele país frio, que faz menos 35 graus no inverno, eu vi pesquisadores buscando a web 3D e muitas outras inovações.

Mas a grande experiência de um moleque de 21 anos não aconteceu apenas na sala de aula. Eu convivi dentro do meu dormitório com intercambistas belgas, alemães e até do Oriente Médio. Era gente do mundo todo interessada em estudar games num grande polo tecnológico.

Na época eu tinha pouca experiência fora do seio da família. Nasci e estudei na cidade de São Paulo a vida toda e não tinha nutrido a ideia de viver por conta própria. Aprendi a cozinhar, a lidar com o frio extremo, fora lidar com dias com mais horas sem sol e outros com abundância de luz.

Nem sempre conviver com culturas diferentes era fácil e existiam sim desentendimentos. Mas o que fazíamos para superar a barreira da língua e da cultura nos tornou pessoas melhores.

E os amigos que fiz lá viajaram comigo até outros países da Europa, mas isso só aconteceu no período do fim das aulas, nas férias. Conhecemos a Noruega de balsa juntos, passamos o final de ano em Praga, na República Tcheca, e andamos de trem por Paris, Berlim e outras capitais.

O Ciências Sem Fronteiras me permitiu amadurecer como cidadão do mundo. Se não fosse pelo programa, eu nunca teria tido uma vivência no exterior que fizesse a diferença no meu currículo hoje. Minha família não teria condições de bancar uma viagem daquele tipo.

O seu governo está acabando com o sonho da educação internacional no Brasil. Por isso, presidente, eu espero sinceramente que entenda a gravidade do que já fez.

Cordialmente,

Paulo.

* A carta foi publicada originalmente pelo Diário do Centro do Mundo

Escola de Fotografia oferece bolsas de estudo em Barcelona


A prestigiada escola de Fotografia e Comunicação DateCuenta, fundada em 2009 em Barcelona, na Espanha, oferece bolsas de estudos para seus cursos profissionalizantes. A escola possui o objetivo de formar alunos de maneira crítica, oferecendo cursos de fotografia e comunicação a um baixo custo. Ao longo dos anos, a escola já recebeu mais de 400 alunos de diversas de nacionalidades.
Os cursos oferecidos pela instituição possuem uma duração média de 60-80 horas de trabalho e decorrem entre os meses de outubro e maio. O valor dos cursos é fixado em 420 euros, mas a escola oferece anualmente bolsas de estudo que cobrem 50% desse valor. Essas bolsas são uma forma de premiar o talento de pessoas que não podem arcar com o custo dos programas.
Entre os principais cursos oferecidos pela estão:
  • Curso de Iniciação a Fotografia (nível 1)
  • Curso de Fotografia Profissional (nível 2)
  • Curso de Fotojornalismo Livre (Especialização)
  • Curso de Fotografia Artística (Especialização)
  • Curso de Cinema Documental
  • Curso de Tratamento Digital e Desenho Gráfico
Requisitos para Candidatura:
  • Comprovar através de documentos que possui dificuldades econômicas e não pode arcar com o valor do curso.
  • Deverá comprar ter aptidão e talento para realizar o curso escolhido mediante a apresentação de um pequeno portfólio de trabalhos em formato PDF, ou projeto pessoal, ou ainda links para projetos na internet.
  • Deverá se comprometer a assistir e frequentar o curso em sua totalidade
Os candidatos que cumpram os requisitos deveram enviar entre os dias 4 e 20 de setembro de 2016 (não antes dessa data) um email para becasdatecuenta@gmail.com com seus dados pessoais (nome completo, endereço, email e telefone de contato), bem como uma carta de motivação explicando o interesse para realizar o curso e a necessidade de obter a bolsa de estudos.
Após receber as solicitações, a equipe da escola selecionará os melhores candidatos e durante os dias 21 e 22 de setembro enviarão um email para agendar uma entrevista que será realizada no dia 27 de setembro. Para aqueles que não puderem participar da entrevista pessoalmente, uma entrevista por Skype será agendada. No dia 28 de setembro o resultado final será publicado no site da escola e os selecionados serão contactados por email e telefone. Os candidatos que receberem as bolsas de estudos deverão realizar o pagamento dos 50% restantes do valor do curso (210 euros) até o dia 05 de outubro.
Para mais informações sobre o programa favor acessar o site da DateCuenta.

Bolsas de mestrado na Universidad de Cádiz na Espanha


 A Asociación Universitaria Iberoamericana de Posgrados oferece 10 bolsas de estudo a todos os estudantes matriculados em instituições de ensino na América Latina que possuem interesse em cursar um Máster Universitario na Universidad de Cádiz, durante o ano acadêmico 2016/2017. Cada bolsa de estudo possui um valor de 5.000 euros. O valor das bolsas cobrem os gastos da matrícula e das taxas administrativas. 

O montante restante do valor da bolsa será pago ao bolsista assim que ele chegar na Universidad de Cádiz. O programa contempla diversas áreas do conhecimento, dentre as quais as grandes áreas de Ciências, Engenharia e Arquitetura, Ciências da Saúde, Artes e Humanidades, Ciências Sociais e Jurídicas. O prazo para inscrições até o dia 13 de maio.

Ciências
  • Aquacultura e Pesca: Recursos Marinhos e Sustentabilidade
  • Gestão Integrada de Áreas Litorais
  • Consevação e Gestão do Meio Natural
  • Oceanografia
  • Agroalimentação
  • Química
  • Matemática
  • Gestão Integral da Água
Engenharia e Arquitetura
  • Engenharia Acústica: Contaminação Acústica
  • Engenharia de Fabricação
  • Investigação em Engenharia de Sistemas e Computação
  • Engenharia Industrial
  • Engenharia Química
  • Engenharia Informática
  • Prevenção de Riscos Laborais
  • Energia Renovável e Eficiência Energética
  • Engenharia de Caminhos, Canais e Portos
Ciências da Saúde
  • Biomedicina
  • Iniciação a Investigação em Saúde Mental
  • Atividade Física e Saúde
  • Intervenção Psicológica em Contextos de Riscos
Artes e Humanidades
  • Patrimônio, Arqueologia e História Marítima
  • Comunicação Internacional
  • Estudos Hispânicos
Ciências Sociais e Jurídicas
  • Direção de Recursos Humanos
  • Economia e Desenvolvimento Territorial
  • Educação Ambiental
  • Sistema Penal e Criminal
  • Gestão Estratética e Inovação em Comunicação
  • Gestão e Administração Pública
  • Cultura de Paz, Conflitos, Educação e Direitos Humanos
  • Gênero, Identidade e Cidadania
  • Contabilidade e Auditoria
  • Criação de Empresas, Novos Negócios e Projetos Inovadores
  • Direção de Empresas
  • Direção de Marketing Digital e Social
  • Direção Turística
  • Investigação Educativa para o Desenvolvimento Profissional do Docente
  • Mediação
Solicitação da Bolsa de Estudos
A solicitação para a bolsa de estudo  será realizada apresentando o formulário de inscrição devidamente preenchido e assinado, incluindo uma descrição das motivações e interesses pessoais e/ou institucionais para cursar o Máster Universitario, assim como o contato de email que deseja utilizar para efeitos de comunicação. Além disso é necessário enviar os seguintes documentos:
  • Cópia do Passaporte
  • Fotocópia do diploma e histórico escolar (contendo a nota média obtida numa escala de 1 a 10)
  • Cópia do diploma de licenciatura
  • Curriculum Vitae
  • Carta de referência assinada por uma autoridade acadêmica
  • Documento assinado confirmando a pré-inscrição no Máster Universitario
A documentação e o formulário de inscrição deverá ser enviado por meio eletrônico (PDF) para a Asociación Universitaria Iberoamericana de Postgrado (AUIP) através do email becas@auip.org. Adicionalmente, em qualquer momento do processo poderá ser requerido ao solicitante o envio da documentação original para o endereço postal da sede da AUIP. Após o envio por correio eletrônico da ficha de inscrição e dos documentos, a AUIP enviará um email de confirmação acusando a recepção da candidatura.

Essa não é a oportunidade que você tanto procura? Clique aqui e faça uma busca detalhada!

Promoção tem passagens nacionais a partir de R$ 121,00 (ida e volta) saindo de todas as regiões do Brasil

 
Super promoção relâmpago tem passagens nacionais a partir de R$ 121,00 (ida e volta). Dentre os destinos promocionais estão as cidades de Aracaju, Belém, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Porto Velho, Palmas, Rio de Janeiro, Recife, Salvador, São Luís, São Paulo, Teresina e Vitória. 

Confira abaixo as melhores ofertas nacionais!