As 10 cidades com melhor qualidade de vida 2013

Algumas cidades são ideais para relaxar (em geral subindo a serra), outras para atividades esportivas (descendo), enquanto outras são bem mais adaptáveis para fazer negócios e trabalhar. Existe, no entanto, um tipo de urbe que equilibra uma economia bem sucedida e ademais brinda uma vida de alta qualidade a seus cidadãos, permitindo com que a correria estressante do dia a dia se esvaia em uma corrente de atividades de lazer e entretenimento.

Sob essa premissa, que tal conhecermos uma listagem criada pelo site Traveler’s Digest, uma revista digital especializada em turismo e viagens, com as melhores cidades do mundo para viver, segundo fatores como a economia, o desemprego, o custo de vida, a qualidade de vida, o entretenimento e a cultura.

Diferente do ranking de cidades apresentado todos os anos pelo diário The Economist,  que só privilegia cidades do primeiro mundo, os editores da listagem frisam que embora geralmente as nações em desenvolvimento não são capazes de oferecer a mesma qualidade de vida aos seus cidadãos como os países desenvolvidos, isso não deve ser aplicado de forma indiscriminada. Muitos países em desenvolvimento têm, pelo menos, uma ou duas cidades de classe que são dignas de comparação com as principais cidades do mundo.

10 - Barcelona (Espanha)


Ideal para artistas, escritores, cineastas… É conhecida por seus museus, sua extravagante vida noturna, praias impressionantes e arquitetura única. É considerada uma das mais belas do mundo. Sua identidade cultural é diferente à da Espanha e o catalão é mais falado que o espanhol

09 - Montreal (Canadá)




Estudantes e amantes da arte encontram aqui uma das cidades mais excitantes. Dizem regularmente que é uma cidade da Europa na América, pois tem grande presença multicultural. Tem uma vibrante vida noturna e o custo de moradia não é tão caro quanto em Vancouver. Conta com sérias instituições culturais, museus e galerias.

08 - Curitiba (Brasil)




Curitiba está muito longe das cidades barulhentas, poluídas e perigosas como São Paulo e Rio de Janeiro. Por um lado, a cidade é classificada constantemente como a cidade mais habitável no Brasil e recebeu o prestigiosos prêmios em reconhecimento por suas iniciativas de sustentabilidade ambiental. É uma cidade segura e limpa, com um monte de parques e uma área central tranquila.

07 - Frankfurt (Alemanha)


Ideal para os profissionais dos negócios que buscam uma alta qualidade de vida, pois se trata da capital financeira da Europa Continental e as finanças são a indústria da cidade, mas ao mesmo tempo é uma das cidades mais accessíveis para viver; conta com uma imagem de comercialmente agitada, mas a vida não é intensa e nem atribulada.

06 - Nova York (Estados Unidos)


Centro cultural e potência econômica. É a maior cidade dos Estados Unidos e, dizem, a capital da cultura do Ocidente. Tem acesso a variadas instituições culturais, o que atrai imigrantes jovens e ambiciosos de todo mundo. Uma das cidades mais multiculturais e diversas do mundo. Lar de Wall Street e a maior bolsa de valores do mundo.


05 - Hong Kong (China)


Especialmente grande para os banqueiros, professores de inglês e viajantes do mundo. Tem uma sociedade mais liberal que a de muitos países asiáticos. Tem grande concorrência com Cingapura e Tóquio como a capital financeira e cultural da Ásia. A cidade é o lar de um grande número de expatriados e chineses nascidos no estrangeiro. Sua comida é incomparável, seu transporte está bem dividido, seu aeroporto é um dos melhores do mundo. Não há impostos e os que existem são de baixo, mas um das queixas mais comuns é o alto preço dos imóveis e a má qualidade do ar.

04 - Portland (Estados Unidos)


Especial para os amantes do ar livre. É a maior urbe maior do Oregon, mas é pequena com apenas 600 mil habitantes. O clima temperado, o ambiente artístico e até os bairros da cidade são pitorescos. Grande lugar para ciclistas e excursionistas. Excelente sistema de transporte de trem rápido MAX.

03 - Cingapura


É uma cidade-estado ao sudoeste da Ásia, um dos países mais multiculturais, onde a cultura antiga e a nova se misturam. Não é o lugar mais liberal, mas é um bom lugar para viver. A cozinha tem renome mundial e suas opções de entretenimento são muitas. O melhor de tudo, é que é oficialmente o país mais seguro do mundo. Conta com sistema de transporte de classe mundial e um ótimo aeroporto. A taxa de desemprego é surpreendentemente baixa: 2,9%. É um centro para o comércio mundial e os impostos sobre a renda são ridiculamente baixos.

02 - Zurich (Suíça)


É recomendável para os banqueiros e os viciados em chocolate. É um país pacífico, seguro, cênico, rico e agradável. Está protegido pelos Alpes e goza de uma grande reputação de paz e estabilidade e pelo mesmo, as pessoas confiam seu dinheiro aos bancos, por isso é o centro econômico do país. O setor de serviços emprega à maioria dos habitantes, a taxa de desemprego é de menos de 4%. É o segundo lugar que oferece melhor qualidade de vida do mundo. Ademais é limpa e moderna, a desvantagem é que é bem cara.

01 - Sydney (Austrália)


É a maior cidade e centro econômico da Austrália. Os residentes têm acesso a um plano de saúde e assistência universal, têm um sistema de serviços sociais excelente com os melhores hospitais. A cidade tem um clima quase perfeito quase todo o ano e uma grande quantidade de opções de entretenimento. A economia de Sydney é diversa, apesar de que depende principalmente do setor de serviços e da indústria. O desemprego a nível nacional é de 5,3%.